Pack Roms Set

Colecovision: A Revolução Esquecida dos Consoles de Videogame

Descubra como o Colecovision definiu o futuro dos jogos eletrônicos

No coração da era dourada dos videogames, um sistema surgiu para redefinir o que era possível em entretenimento doméstico: o Colecovision. Lançado em 1982, este console não era apenas mais um aparelho para jogar; era uma promessa de que os limites entre os jogos de arcade e o conforto de casa poderiam ser desfeitos. Com gráficos avançados para a época e uma biblioteca de jogos que incluía versões quase idênticas aos sucessos dos arcades, o Colecovision cativou corações e mentes, proporcionando uma experiência que muitos não acreditavam ser possível em seus próprios lares.

coleco
Colecovision: Um Gigante Adormecido na História dos Games
  • Tipo: Console 1ª Geração
  • Nome: ColecoVision
  • Abreviação: colecovision
  • Lançamento: 1982
  • Descontinuado: 1985
  • Fabricante: Coleco
  • Mídia: Cartucho ROM

Sobre / História do ColecoVision

O nascimento do Colecovision é uma história de ambição e inovação. Desenvolvido pela Coleco, uma empresa que originalmente focava em brinquedos de piscina e equipamentos de playground, o console foi a resposta ao crescente interesse pelos videogames no início dos anos 80. A Coleco vislumbrava um sistema que não apenas competiria com gigantes como Atari e Intellivision, mas os superaria em qualidade e desempenho.

O lançamento do Colecovision em agosto de 1982 foi um marco. Seu título de lançamento, “Donkey Kong”, uma portabilidade do arcade da Nintendo, foi um enorme sucesso e um grande trunfo. Esse jogo não era apenas popular; era uma demonstração de força, mostrando que o Colecovision poderia trazer a experiência completa dos arcades para a sala de estar. O console oferecia gráficos superiores e uma jogabilidade mais próxima dos jogos de arcade do que qualquer outro sistema disponível na época.

ColecoVision Controller FR
Os controles do ColecoVision vinham com um teclado numérico que podiam ser personalizados com sobreposições.

Mas o Colecovision não parou por aí. Ele foi projetado para ser expansível. Um de seus acessórios mais notáveis foi o Expansion Module #1, que permitia aos jogadores usar cartuchos do Atari 2600, ampliando de forma significativa a biblioteca de jogos disponíveis. Outro produto notável foi o Adam, um computador pessoal que podia ser conectado ao Colecovision, transformando o console em um sistema de computação completo.

Infelizmente, o brilho do Colecovision foi ofuscado pela crise do videogame de 1983. A saturação do mercado, a qualidade questionável dos jogos e a ascensão dos computadores pessoais contribuíram para uma drástica queda nas vendas de consoles, afetando profundamente a Coleco e seu valioso sistema. Apesar de suas inovações e do amor dos fãs, o Colecovision foi descontinuado em 1985, deixando para trás um legado de o que poderia ter sido a dominação do mercado de jogos.

Este sistema é uma cápsula do tempo, refletindo tanto as ambições quanto as turbulências da indústria de videogames na década de 1980. O Colecovision não é apenas uma peça de hardware; é um símbolo de uma era onde a linha entre os jogos de arcade e domésticos começou a desaparecer, e um testemunho dos sonhos e desafios de uma indústria em evolução. O legado do Colecovision vive na memória de quem o experimentou e no impacto que teve no desenvolvimento de futuros sistemas de videogame.

Modelos Expansões e Acessórios do Colecovision

O Colecovision, embora tenha sido lançado inicialmente como um modelo único, expandiu seu legado através de uma reedição moderna e uma série de acessórios inovadores.

Modelos do Colecovision

colecovision original
  • Colecovision Original (1982): Lançado pela Coleco Industries, este console definiu uma nova era de jogos domésticos com sua capacidade técnica avançada e uma biblioteca de jogos próxima à qualidade dos arcades.
coleco flash
  • ColecoVision Flashback (2014): Uma reedição nostálgica produzida pela AtGames, este modelo vem pré-carregado com 60 jogos, permitindo que uma nova geração de jogadores experiencie os clássicos do Colecovision, apesar da ausência do jogo original de lançamento, Donkey Kong.

Acessórios e Módulos de Expansão

expansao colecovision 1
  • Módulo de Expansão nº 1: Oferecia compatibilidade com os jogos do Atari 2600, ampliando a biblioteca de jogos disponível para os usuários do Colecovision e resultando em uma licença de patente com a Atari.
expansao colecovision 2
  • Módulo de Expansão nº 2: Este módulo incluía um volante e pedal de acelerador, proporcionando uma experiência imersiva em jogos de corrida e mostrando a adaptabilidade do console.
adam coleco
  • Módulo de Expansão nº 3 (Adam Computer Expansion): Transformava o Colecovision em um computador doméstico completo, o Coleco Adam, com teclado, unidade de cassete, 64 KB de RAM e impressora, representando a máxima expansão do sistema.
colecovision roller controller
  • Roller Controller: Um controlador de trackball que foi lançado com o jogo “Slither”, permitindo controle preciso em uma variedade de jogos compatíveis.
controller colecovision
  • Super Action Controller Set: Um conjunto de controles avançados com joysticks, botões de ação e um teclado numérico, projetado para uma experiência de jogo aprimorada, especialmente em títulos esportivos e de ação.

Estes modelos e acessórios ilustram a evolução do Colecovision, desde o console original que conquistou os corações dos entusiastas de videogames até a reedição moderna que trouxe os clássicos de volta à vida, além dos módulos e controles que expandiram suas capacidades e ofereceram novas maneiras de jogar e interagir com os jogos.

Jogos Populares do Colecovision

cartuchos colecovision 1

Cartuchos originais ColecovisionO Colecovision não seria lembrado com tanto carinho sem a sua impressionante biblioteca de jogos. Aqui estão alguns títulos que marcaram a história do console:

sswor
  • Donkey Kong: O título de lançamento que se tornou um clássico instantâneo, oferecendo aos jogadores a chance de experimentar um dos arcades mais amados da época em casa, com gráficos e jogabilidade que eram uma fidelidade surpreendente ao original.
sswor 1
  • Mr. Do!: Um jogo de labirinto envolvente onde o jogador controla um palhaço que precisa coletar cerejas enquanto evita monstros, destacando-se pela jogabilidade viciante e níveis desafiadores.
sswor 2
  • Pepper II: Um título único e energético, onde o jogador zipa entre diferentes zonas para completá-las, evitando inimigos e reunindo bônus, uma experiência cheia de ação e estratégia.
sswor 3
  • Time Pilot: Um jogo de tiro aéreo com uma perspectiva top-down, onde o jogador viaja através do tempo para enfrentar diferentes ondas de inimigos aéreos, conhecido por sua jogabilidade inovadora e design desafiador.
sswor 4
  • Venture: Uma aventura em masmorras onde o jogador, como o herói Winky, explora cavernas perigosas em busca de tesouros, enfrentando inimigos e armadilhas, um jogo que combinava exploração, ação e estratégia.
sswor 5
  • Victory: Um jogo de estratégia e habilidade, onde o jogador comanda uma nave espacial, defendendo bases e conquistando inimigos, destacado por sua jogabilidade tática e visão isométrica.

Cada um desses jogos contribuiu para o legado do Colecovision, oferecendo uma variedade de experiências de jogo que mostraram a capacidade técnica e a versatilidade do console.

Informações Técnicas ColecoVision

As informações a seguir foram baseadas e adaptadas das informações do Wiki Batocera e podem ser aplicáveis também a sistemas como Retrobat, Recalbox e outros que utilizem Emulation Station.

image

O ColecoVision, uma joia da segunda geração de consoles de videogame, foi um produto da Coleco Industries. Com um preço inicial de $174,99, o console era alimentado por um processador Zilog Z80 de 3,58 MHz e possuía 8 KB de RAM. Seu desempenho nas vendas foi afetado pela crise dos videogames na América do Norte, levando a Coleco Industries à falência pouco tempo depois. O console foi notável por proporcionar experiências de jogo muito próximas das dos arcades, a ponto de influenciar Masayuki Uemura no desenvolvimento do Famicom.

Referência Rápida

  • Emulador: RetroArch
  • Núcleo: libretro: bluemsx
  • Pasta: /userdata/roms/colecovision
  • Formatos de ROM Aceitos: .bin, .col, .rom, .zip, .7z

BIOS

Não é necessário um arquivo de BIOS para rodar emuladores de ColecoVision no Batocera.

ROMs

As ROMs do ColecoVision devem ser colocadas em /userdata/roms/colecovision.

Emuladores

RetroArch, um frontend ubíquo que pode executar múltiplos “núcleos” (emuladores), é comumente usado. Os núcleos do RetroArch seguem a API libretro, facilitando a unificação de características e oferecendo uma interface familiar, independentemente da plataforma.

Configuração do RetroArch

O RetroArch dispõe de um Menu Rápido, acessível pressionando-se [HOTKEY] + botão Sul (B SNES), que permite alterar opções do RetroArch e do núcleo, além da configuração de controle. A maioria das configurações relacionadas ao RetroArch pode ser ajustada pelo EmulationStation do Batocera.

Características padronizadas para todos os núcleos deste emulador:
  • Modo de vídeo, proporção, suavização, sombreadores, pixel perfeito, decoração e tradução de jogos.

Controles

O controle original do ColecoVision tinha 2 botões laterais e um teclado numérico. A configuração padrão mapeia apenas uma parte desses controles para um controle moderno, com os números 9 e 0 ausentes no layout padrão.

Solução de Problemas

Para mais informações sobre solução de problemas, deve-se consultar as páginas de suporte genéricas.

O ColecoVision, com sua breve mas marcante presença no mercado, deixou um legado que ultrapassa as barreiras do tempo. Embora tenha enfrentado adversidades, como a crise dos videogames de 1983, este console é lembrado por sua capacidade de trazer a experiência dos arcades para o lar, com gráficos avançados e jogabilidade que muitos consideraram revolucionária para a época. A introdução de módulos de expansão, como o que permitia jogar títulos do Atari 2600, e a transformação em um computador doméstico com o Adam, mostraram o potencial e a visão inovadora da Coleco Industries. O impacto do ColecoVision no desenvolvimento de futuros consoles e na indústria de jogos como um todo é um testemunho da sua importância histórica e do seu papel como um verdadeiro pioneiro na evolução dos videogames. O Colecovision não é apenas um produto de sua época, mas uma peça fundamental na história dos videogames, cuja influência ainda é sentida e respeitada no mundo dos jogos modernos.

Lista de Jogos / Roms para ColecoVision

Ao todo são 162 jogos para ColecoVision no pacote e que estão nessa lista abaixo:

Clique para expandir

2010 – The Graphic Action Game
Alcazar – The Forgotten Fortress
Alphabet Zoo
Amazing Bumpman
Antarctic Adventure
Aquattack
Artillery Duel
B.C.’s Quest for Tires II – Grog’s Revenge
BC’s Quest for Tires
Beamrider
Blockade Runner
Boulder Dash
Brain Strainers
Buck Rogers – Planet of Zoom
Bump ‘n’ Jump
Burgertime
Cabbage Patch Kids – Adventures in the Park
Cabbage Patch Kids Picture Show
Campaign ’84
Carnival
Centipede
Choplifter!
Chuck Norris Superkicks
Congo Bongo
Cosmic Avenger
Cosmic Crisis
Cye
Dacman
Dance Fantasy
Decathlon
Defender
Destructor
Dig Dug
Donkey Kong
Donkey Kong Junior
Dr. Seuss’s Fix-up The Mix-up Puzzler
DragonFire
Escape from the Mind Master
Evolution
Facemaker
Fall Guy
Fathom
Flipper Slipper
Fortune Builder
Fraction Fever
Frantic Freddy
Frenzy
Frogger
Frogger II: ThreeeDeep!
From Out of the Jungle – Tarzan
Frontline
Galaxian
Gateway to Apshai
Gorf
Gust Buster
Gyruss
H.E.R.O. – Helicopter Emergency Rescue Operation
Illusions
Its Only Rock ‘N’ Roll
James Bond 007
Joust
Juke Box
Jumpman Junior
Jungle Hunt
Ken Uston Blackjack-Poker
Kevtris
Keystone Kapers
Lady Bug
Learning With Leeper
Linking Logic
Logic Levels
Looping
M.A.S.H.
Memory Manor
Meteoric Shower
Miner 2049er
Monkey Academy
Montezuma’s Revenge
Moon Patrol
Moonsweeper
Motocross Racer Mountain King
Mouse Trap
Mr. Do!
Mr. Do!’s Castle
Ms. Space Fury
Nim
Nova Blast
Oil’s Well
Omega Race
One-on-One
Pac-Man
Pepper II
Pitfall II: Lost Caverns
Pitfall!
Pitstop
Popeye
Porky’s
Power Lords – Quest for Volcan
Qbert
Qbert’s QUBES
Quest for Quintana Roo
River Raid
Robin Hood
Roc ‘n Rope
Rock ‘n Bolt
Rocky – Super Action Boxing
Rolloverture
Sammy Lightfoot
Sector Alpha
Sewer Sam
Sir Lancelot
Skiing
Slither
Slurpy
Smurf Rescue in Gargamel’s Castle
Smurf: Paint ‘n’ Play Workshop
Space Fury
Space Invasion
Space Panic
Spectron
Spy Hunter
Squish’em Featuring Sam
Star Fortress
Star Trek – Strategic Operations Simulator
Star Wars – The Arcade Game
Steamroller
Strike It!
Subroc
Super Action Baseball
Super Action Football
Super Action Football (Soccer)
Super Cobra
Super Cross Force
Super DK!
Super DK! Junior
Tank Wars
Tapper
Telly Turtle
The Activision Decathlon
The Dam Busters
The Dukes of Hazzard
The Heist
The Yolks on You
Threshold
Time Pilot
TOMARC The Barbarian
Tournament Tennis
Tunnels & Trolls
Turbo
Tutankham
Up’n Down
Venture
Victory
Video Hustler
War Games
War Room
Wing War
Wizard Of Id’s Wizmath
Word Feud
Zaxxon
Zenji

Pack ColecoVision

Todas informações adicionais como tamanho, senha, etc na página “espelho”.

Rafael Gouveia

Amante de videogames e fundador do RG Games, Rafael Gouveia tem 38 anos e traz o melhor conteúdo para quem ama jogos. Apesar de considerar o SNES o melhor console já lançado, Rafael é eclético e apaixonado por diversos jogos, como a franquia Resident Evil, Tomb Raider e Dino Crisis do PS1, além de simuladores como The Sims, Sim City e atualmente Cities Skylines. Com alguns canais no YouTube, Rafael é especialista em SEO, Wordpress e mídias sociais, e também atua como programador, analista, gerente de mídias sociais e é o principal redator do Media Manager. Além disso, ele é um apreciador de chopp gelado e solta a voz como cantor nos finais de semana. Rafael está sempre em busca de novidades e experiências para compartilhar com seus leitores e seguidores e é pai da pequena Maju!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo