Grand Theft AutoGTA 5

Conheça os Personagens Principais de GTA V

Descubra as histórias por trás dos rostos mais icônicos de Los Santos

Grand Theft Auto V, mais conhecido como GTA V, não é apenas um jogo; é uma obra-prima narrativa que cativa jogadores ao redor do mundo com sua trama envolvente e personagens complexos. Ambientado na vasta e vibrante cidade fictícia de Los Santos, inspirada na realidade de Los Angeles, este título da Rockstar Games ultrapassa os limites do entretenimento interativo, oferecendo uma experiência imersiva repleta de ação, drama e humor. O coração pulsante de GTA V reside em seus três protagonistas – Michael De Santa, Trevor Philips e Franklin Clinton – cujas histórias entrelaçadas proporcionam uma jornada multifacetada através do submundo do crime, da lealdade e da busca por redenção. Ao mergulharmos na vida desses personagens principais, exploramos não apenas os aspectos mais sombrios da sociedade mas também testemunhamos momentos de genuína humanidade. Este artigo visa desvendar os detalhes desses personagens icônicos, mergulhando nas profundezas de suas personalidades, motivações e as dinâmicas que definem suas vidas em Los Santos. Prepare-se para uma viagem ao coração de um dos jogos mais emblemáticos da última década, onde cada personagem principal não é apenas um avatar digital, mas uma história viva aguardando para ser explorada.


Personagens Principais de GTA V

Michael de Santa

Nome completo: Michael de Santa (Michael Townley)
Apelidos: Mike, Kikey, M, Mr. De Santa, Zolag, Zondar, SugarTits, MT
Data de nascimento: 1960
Nacionalidade: Americano
Dublado por: Ned Luke

michael de santa - gta 5

Michael surgiu no mundo em 1960, muito provavelmente em algum recanto perdido do Centro-Oeste, o que talvez explique seu fascinante caminho para se tornar uma celebridade no submundo criminoso de North Yankton. Pense nele como um Robin Hood moderno, mas sem a parte de dar aos pobres. Sua entrada para a vida de crimes não foi exatamente uma escolha de carreira, mas mais uma necessidade de sobrevivência, graças a uma infância que faz qualquer novela das nove parecer um conto de fadas. Com um pai mais dedicado à garrafa do que à paternidade, Michael se viu obrigado a buscar refúgio e sustento nas ruas, iniciando sua “carreira” com pequenos furtos, como se fosse uma introdução ao mundo do crime organizado.

Sua sorte, ou falta dela, o levou a cruzar caminhos com Trevor Phillips, uma alma tão perdida quanto ele, rejeitada pela aeronáutica canadense por não passar no teste psicológico. O que, pensando bem, era provavelmente pelo melhor, considerando que Trevor pilotando um avião soa como uma receita para o desastre. Michael, sempre o bom samaritano (ou quase isso), acolhe Trevor, mostrando-lhe as cordas do crime – uma espécie de tutoria para transgressões.

A dupla, eventualmente, se torna um trio com a adição de Brad Snider, formando um time que Hollywood teria dificuldade em inventar. O coração (ou talvez apenas a libido) de Michael o leva a Amanda, uma artista performática do cenário noturno, com quem ele rapidamente se casa, promovendo-a de stripper a mãe de família em um piscar de olhos. Juntos, eles dão à luz a Tracey e James De Santa, dois adolescentes que dariam a qualquer pai um constante desejo de fuga.

O trio então se embrenha em um assalto que, de surpresa para absolutamente ninguém, dá errado, resultando na morte de Brad e em Michael gravemente ferido. Trevor, o eterno otimista, simplesmente desaparece no ar. Com a ajuda do agente Dave Norton, Michael entra no programa de proteção à testemunha, trocando seu sobrenome “Townley” por “De Santa” e iniciando uma nova vida em Vinewood, Los Santos, onde cada dia é um episódio de drama familiar que nem mesmo o melhor psiquiatra poderia resolver. Ah, e sobre o psiquiatra, spoiler: ele é um charlatão.

Trevor, vivendo no deserto e aprimorando suas habilidades como químico amador e traficante de armas, ainda acredita que Michael tenha ido para o grande assalto no céu. Enquanto isso, Michael se encontra com Franklin Clinton, um jovem com aspirações criminosas que vê em Michael um mentor no crime, apesar de sua vida familiar desastrosa, marcada por traições conjugais e sessões de terapia inúteis.

O retorno de Michael ao mundo do crime é marcado por um ato de vingança que acaba por envolver o cartel de Los Santos, obrigando-o a reunir uma quantia exorbitante para apaziguar o enfurecido Martin Madrazzo. Esse retorno também reacende as chamas da ação, aventura e, claro, disfunção familiar.

Quando Trevor descobre que Michael está, de fato, vivo (graças a um noticiário televisivo), a busca por respostas e possivelmente vingança começa, desenrolando uma série de eventos que só poderiam existir na mente de um roteirista muito criativo ou, neste caso, num videogame. A saga culmina com a possibilidade de um final feliz (ou não), dependendo das escolhas morais do jogador.

Michael, em sua essência, é um paradoxo ambulante: um pai desajeitado e marido infiel com um talento excepcional para o crime, mostrando que mesmo os ladrões podem ter crises de identidade. Seu amor pelo cinema e um sarcasmo afiado como uma faca o tornam um personagem que você não sabe se ama ou odeia, mas definitivamente não consegue ignorar. Seu sonho de direção, dependendo das ações do jogador, pode ser a redenção final ou apenas outro sonho desfeito no vasto mundo de Los Santos.


Franklin Clinton

Nome completo: Franklin Clinton
Apelidos: Frank, F, FC, Frankie
Data de nascimento: 1988
Nacionalidade: Americano
Dublado por: Shawn Fonteno

Franklin Clinton

Franklin, um verdadeiro produto de Los Santos, teve seu berço embalado ao ritmo das gangues e pequenos delitos, uma espécie de curriculum vitae pouco recomendável, mas bastante comum por onde cresceu. Com uma família mais ausente do que o bom senso em discussões na internet, e uma educação que deixava muito a desejar, não é de se admirar que ele tenha se aventurado pelo caminho menos ortodoxo do tráfico de drogas. Mas como todo bom filme de ação com um plot twist, essa carreira teve um fim abrupto quando Franklin decidiu experimentar o sistema penitenciário por cinco anos. Uma vez livre, ele jurou virar a página, buscando um novo capítulo longe dos crimes… ou quase isso.

Antes de mergulhar de cabeça no mundo do crime de colarinho branco, Franklin achou que seria uma boa ideia trabalhar vendendo sonhos sobre quatro rodas em uma concessionária de carros de luxo. O negócio tinha um modelo um tanto quanto peculiar: vender carros para aqueles que sonham mais alto do que seu saldo bancário permite. Com 25 anos e sem ter acumulado nada além de desapontamentos e uma coleção de experiências duvidosas, ele ainda se encontrava ancorado em South Los Santos, dividindo o teto com sua tia Denise Clinton, uma mulher cuja hospitalidade fazia a casa parecer mais com um ringue de boxe verbal.

Cansado de ver os dias passarem sem que sua conta bancária acompanhasse, Franklin estava à procura de um salto para algo maior, embora seus amigos sempre o puxassem de volta para a gravidade da vida gangster. Um verdadeiro Don Juan dos tempos modernos, Franklin não perdia uma oportunidade de expandir seu círculo social, especialmente quando o assunto era o sexo oposto. Apesar dessa fama, seu coração ainda batia forte por Tanisha, sua ex-namorada, num claro caso de “amor antigo não enferruja”.

Descrevê-lo como calmo e letal seria um eufemismo; Franklin tinha uma frieza para cometer homicídios que faria um iceberg parecer acolhedor. Longe de ser um vilão de desenho animado, mas também longe de ser um herói de conto de fadas, ele é um homem quebrado, ambicioso, com uma vontade ferrenha de escalar a pirâmide social de Los Santos, mesmo que isso signifique escalar pelos meios errados. E, como um bom protagonista de sua própria história, Franklin tinha um coração grande o suficiente para abrigar seu amor por animais, provando que, no fundo, talvez houvesse mais humanidade nele do que suas ações sugeriam.


Trevor Phillips

Nome completo: Trevor Phillips
Apelidos: T, Trev, Boss, Uncle T, Jock, Tony, T-revor
Data de nascimento: 1959
Nacionalidade: Canadense
Dublado por: Steven Ogg

trevor phillips

Trevor, um verdadeiro produto das terras gélidas do Canadá, cresceu em um ambiente que ele carinhosamente chama de “região de fronteira canadense da América”. Em um desabafo revelador com Franklin, ele pinta o quadro de uma infância itinerante: “cresci em cinco estados, dois países, catorze casas diferentes, oito pais, três casas de cuidados, duas unidades prisionais, uma mãe que era uma bela flor, porém danificada”, e jura ter “servido tempo, meu país, o seu país e a mim mesmo”. Desde cedo, Trevor mostrou uma inclinação para problemas de raiva e impulsos violentos, tão intensos que, numa explosão de fúria, ele chegou a atacar seu treinador de hóquei com um taco de hóquei. Em um momento de intimidade com Cletus, ele insinua até mesmo ter estrangulado um clarinetista. Além disso, Trevor confessa ter causado a morte de diversos animais e “vagabundos” ainda na juventude. Seu pai, um homem abusivo, e sua mãe, arrogante e condescendente, compõem o cenário de uma família desfeita. O ápice de sua rebeldia juvenil foi quando, abandonado pelo pai em um shopping, Trevor decidiu incendiá-lo como vingança. Ele também menciona um irmão, Ryan, que supostamente encontrou seu fim nas mãos do próprio Trevor.

Trevor admite ter abandonado a escola, o que talvez explique sua falta de conhecimento em áreas básicas, como a localização da antiga Roma, que ele erroneamente acredita fazer parte da América. Seu desafio com a gramática e sua abordagem “improvisada” à pontuação são confissões suas. Apesar disso, Trevor menciona ter frequentado aulas noturnas de direito penal durante uma perseguição policial, indicando algum nível de educação formal. Surpreendentemente, ele demonstra uma aptidão especial para os números, uma habilidade reconhecida até por Wade, que afirma que Trevor é excepcionalmente hábil nessa área. Em algum momento, Trevor descobriu seu talento para pilotar jatos e se alistou nas Forças Aéreas Canadenses. Contudo, dias antes de concluir o treinamento, foi considerado mentalmente instável pela “bruxa” responsável pelas avaliações psicológicas, o que o levou a ser dispensado e proibido de voar.

Após sua dispensa, Trevor tornou-se um andarilho, cometendo pequenos delitos ao longo da fronteira sem um propósito definido. Ele conta a Lamar que nunca havia cometido um crime grave até conhecer Michael. O encontro entre eles ocorreu durante uma operação de escolta de carga através da fronteira, trabalho que Trevor aceitou sem “saber o suficiente para verificar as referências”. A espera na pista tomou um rumo inesperado quando, ao invés de uma, duas trilhas de poeira surgiram no horizonte, apesar de Trevor ter sido informado de que apenas uma pessoa viria ao encontro deles. O confronto que se seguiu entre Michael e o segundo homem terminou com Trevor disparando uma arma contra este último, resultando em sua morte. Eles então descartaram o corpo em um lago. Trevor descreve a experiência como horrível, com a imagem do homem morto queimando em sua memória a ponto de causar náuseas tanto nele quanto em Michael após o pouso, devido ao odor fétido dentro do cockpit.

Esse incidente marcou o início de uma amizade e parceria profunda entre Trevor e Michael. O primeiro “trabalho” de Trevor foi assaltar um estabelecimento de desconto de cheques, mas acabou sendo identificado por um conhecido, o que lhe rendeu seis meses de prisão, dos quais cumpriu quatro. A relação entre Michael e uma stripper chamada Amanda criou tensões, embora Trevor tenha desenvolvido uma relação surpreendentemente amigável com os filhos do casal, que o viam como um tio, apesar do nervosismo compreensível de Jimmy na presença dele. À medida que Michael se aprofundava no mundo do crime, consciente do muito que tinha a perder, Trevor via isso como um sinal de fraqueza. Eventualmente, Trevor conheceu Brad Snider, com quem e Michael ocasionalmente realizavam roubos. Apesar da antipatia mútua entre Michael e Brad, Trevor mantinha uma relação cordial com Brad, chegando a considerar a possibilidade de excluir Michael de seus planos futuros e trabalhar apenas com Brad.


Amanda De Santa

Amanda De Santa, a esposa de Michael, é um estudo fascinante de contradições e o sonho (ou pesadelo) de qualquer terapeuta. Antes de se tornar a matriarca da disfuncional família De Santa, Amanda vivia uma vida menos convencional, brilhando sob as luzes néon dos clubes de striptease de Los Santos. Seu encontro com Michael foi o clássico conto de fadas moderno: um assaltante de bancos encontra sua musa num ambiente pouco provável, prometendo-lhe um futuro de riquezas (legais ou não). Transformada em dona de casa, Amanda luta para se adaptar a essa nova realidade, dividida entre as sessões de yoga para manter a sanidade e as compras terapêuticas para preencher o vazio de uma vida suburbana. Sua relação com Michael é complicada, marcada por traições e desentendimentos, mas, no fundo, ainda existe um laço difícil de romper, apesar dos inúmeros desafios que enfrentam.


James De Santa

James De Santa, conhecido por seus amigos virtuais como “Jimmy”, é o protótipo do adolescente americano desmotivado, cuja dieta é tão rica em fast food quanto sua vida é pobre em aspirações. Viciado em videogames e refugiado na cultura do rap, Jimmy luta para encontrar seu lugar em uma família que parece saída diretamente de um reality show de tão disfuncional. Seu relacionamento com Michael é tenso, baseado em uma mistura explosiva de desdém e desespero por aprovação. Apesar disso, Jimmy mostra lampejos de desejo por uma conexão mais profunda com seu pai, embora geralmente isso se perca entre seus esquemas para conseguir dinheiro fácil e seu consumo constante de substâncias duvidosas.


Tracey De Santa

Tracey De Santa é a encarnação da rebeldia juvenil, com um toque de busca desesperada por atenção em uma família onde o caos é a norma. Aspirante a estrela de reality shows, Tracey se esforça para se destacar, seja através de tentativas desastradas de entrar no mundo do entretenimento ou por escolhas questionáveis de namorados. Seu relacionamento com Michael é complicado; ela anseia por um pai mais presente e menos envolvido com o submundo do crime, enquanto simultaneamente aproveita-se da liberdade e dos recursos financeiros que a vida de Michael proporciona. Em meio a dramas familiares e crises pessoais, Tracey é um lembrete constante para Michael das razões pelas quais ele busca, embora muitas vezes de maneira equivocada, uma vida melhor para sua família.


Lamar Davis

Lamar Davis é a personificação do amigo que você ama e odeia ao mesmo tempo. Parceiro de longa data de Franklin, Lamar é hilariamente otimista e infalivelmente leal, mas com uma propensão para planos mal concebidos que frequentemente colocam a dupla em situações precárias. Seu entusiasmo pela vida de gangue contrasta com o desejo de Franklin por ascensão social, criando uma dinâmica complexa entre os dois. Lamar é aquele tipo de pessoa que, mesmo nos momentos mais tensos, consegue arrancar uma risada com seu humor peculiar e visão de mundo única. Sua lealdade inabalável a Franklin e sua habilidade de sempre ver o lado positivo das piores situações fazem dele um personagem memorável e querido no universo de GTA V.


Lester Crest

Lester Crest é o cérebro por trás das operações, o mestre manipulador que move as peças no tabuleiro de xadrez do crime de Los Santos. Preso a uma cadeira de rodas e combatendo problemas de saúde, sua mente é tão afiada quanto sua língua é sarcástica. Lester é o arquiteto dos mais elaborados assaltos, provando que o verdadeiro poder não vem da força, mas da inteligência e do conhecimento. Seu relacionamento com Michael, Trevor e Franklin é profissional, porém permeado por um toque de mentorismo distorcido, guiando-os através dos labirintos legais e ilegais com um misto de cinismo e genialidade.


Dave Norton

Agente Dave Norton é um nome crucial no passado e presente de Michael. O típico agente do FIB com uma moral flexível, Dave se beneficia da “morte” de Michael para alavancar sua própria carreira, mas mantém uma relação complicada de dívida e lealdade com ele. Embora opere em uma área cinzenta da lei, Dave mostra momentos de verdadeira preocupação com Michael, sugerindo que, por baixo de suas motivações egoístas, talvez haja um traço de verdadeira humanidade. Ele é o elo que mantém Michael atado ao seu passado, ao mesmo tempo que o protege das consequências de seus atos.


Steve Haines

O agente do FIB Steve Haines é a definição de antagonista que você adora odiar. Carismático, porém profundamente corrupto, ele manipula Michael, Trevor e Franklin para realizar suas operações sujas sob o pretexto de servir ao bem maior. Seu narcisismo e desprezo pelas regras o tornam um personagem memorável, cuja presença é sinônimo de problemas. Haines representa o lado obscuro da lei, onde os fins justificam os meios, mesmo que esses meios sejam moralmente questionáveis.


Ron Jakowski

Ron Jakowski é o fiel escudeiro de Trevor, seu vizinho e, de certa forma, consciência questionável. Paranoico ao extremo e aficionado por teorias da conspiração, Ron traz um humor único ao jogo com suas crenças excêntricas e lealdade canina a Trevor. Embora frequentemente ofuscado pela personalidade dominante de Trevor, Ron demonstra ter um coração de ouro, ou pelo menos algo que se aproxima disso no caótico mundo de GTA V. Sua parceria com Trevor reflete um lado mais humano do imprevisível psicopata, mostrando que até os mais duros criminosos têm seus momentos de camaradagem.


Martin Madrazzo

Líder de um cartel de drogas mexicano, Martin Madrazzo é a personificação do perigo elegante. Com um charme que mascara sua brutalidade, ele se torna um ponto de virada na vida de Michael ao introduzir ameaças mortais ao seu cotidiano já suficientemente complicado. Madrazzo representa a intrincada teia de crime que se estende além de Los Santos, envolvendo Michael em um jogo de poder e vingança que testa seus limites e lealdades.


Tanisha Jackson

Tanisha Jackson, ex-namorada de Franklin, representa o caminho que Franklin poderia ter seguido se tivesse escolhido uma vida longe do crime. Sua decisão de deixar Franklin por alguém com um futuro mais estável é um golpe duro para ele, mas também serve como um lembrete constante de que há mais na vida do que a eterna busca por dinheiro fácil. Tanisha é um símbolo de crescimento e escolhas difíceis, encarando a realidade de seu ambiente com determinação e força.


Wade Hebert

Wade Hebert é a inocência perdida dentro do caos de GTA V. Primo de Floyd e fiel seguidor de Trevor, sua lealdade e simplicidade infantil contrastam fortemente com o mundo violento ao seu redor. Wade traz um toque de humanidade a Trevor, mostrando que mesmo as almas mais quebradas podem encontrar conforto na companhia um do outro. Sua ingenuidade é tanto sua maldição quanto sua salvação, protegendo-o das verdades mais sombrias do seu ambiente.


Stretch

Harold “Stretch” Joseph é a personificação da traição e da corrupção dentro das gangues de Los Santos. Como um antigo membro da gangue de Franklin, Stretch é um lembrete constante do passado que Franklin tenta deixar para trás. Sua lealdade muda conforme o vento, e suas decisões egoístas colocam Franklin e Lamar em perigo múltiplas vezes, destacando a brutal realidade da lealdade e traição dentro do mundo do crime.


Solomon Richards

Solomon Richards é um respiro de ar fresco no turbilhão de caos de GTA V. Como um magnata do cinema de Vinewood, ele representa os sonhos e aspirações mais elevadas de Michael, longe do submundo do crime. A relação de mentor e protegido que se desenvolve entre Solomon e Michael oferece um vislumbre do que poderia ser a vida se as escolhas fossem diferentes, e é um lembrete constante do amor de Michael pelo cinema e pela arte de contar histórias.


A tapeçaria de personagens de GTA V é tão diversificada quanto intrigante, cada um trazendo suas próprias histórias, desejos e demônios internos para o vasto mundo de Los Santos. De criminosos endurecidos a magnatas do cinema, o jogo oferece uma visão profunda da natureidade humana, mostrando que mesmo nos momentos mais sombrios, há espaço para redenção, crescimento e, acima de tudo, humanidade. Esses personagens não são apenas peças em um jogo; eles são reflexos de uma sociedade complexa, lutando cada um à sua maneira para encontrar seu lugar no mundo. GTA V não é apenas uma exploração do crime; é um estudo de personagens, uma jornada através das várias facetas da vida humana, tornando-o uma obra-prima inesquecível no mundo dos videogames.

Rafael Gouveia

Amante de videogames e fundador do RG Games, Rafael Gouveia tem 38 anos e traz o melhor conteúdo para quem ama jogos. Apesar de considerar o SNES o melhor console já lançado, Rafael é eclético e apaixonado por diversos jogos, como a franquia Resident Evil, Tomb Raider e Dino Crisis do PS1, além de simuladores como The Sims, Sim City e atualmente Cities Skylines. Com alguns canais no YouTube, Rafael é especialista em SEO, Wordpress e mídias sociais, e também atua como programador, analista, gerente de mídias sociais e é o principal redator do Media Manager. Além disso, ele é um apreciador de chopp gelado e solta a voz como cantor nos finais de semana. Rafael está sempre em busca de novidades e experiências para compartilhar com seus leitores e seguidores e é pai da pequena Maju!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo