Emuladores

Emuladores – O que são e como funcionam

Emuladores - O que são e como funcionam
Emulador do Nintendo 64 Android

Emuladores: com certeza você já usou um!

Você provavelmente já ouviu falar em emulação, mas sabe o que realmente significa? Veja a seguir o que você precisa saber sobre como os emuladores funcionam.

O software de emulação permite que você use um sistema operacional diferente do seu host. Por exemplo, você pode executar um emulador do Windows 7 em seu computador com Windows 10. Você ainda pode usar o Windows 10, mas também pode usar o Windows 7 como quiser.

Muitas pessoas usam emuladores todos os dias para testar software, experimentar um novo sistema operacional ou executar um console de videogame antigo.

Mas você já se perguntou como funcionam os emuladores?

Os jogos de PlayStation não funcionam em seu sistema Windows porque não foram projetados para rodar em um computador normal. Os consoles PlayStation são muito específicos em sua constituição física, contendo hardware exclusivo que o Windows – ou qualquer outro sistema operacional de computador – não sabe como usar.

É por isso que você precisa de um emulador de PlayStation nesse caso! O software de emulação visa executar um programa projetado para um tipo de sistema em outro sistema. Os programas que fazem isso acontecer são conhecidos como emuladores.

Embora os detalhes e o funcionamento interno variem entre os emuladores, no final, eles tentam alcançar o mesmo resultado: fazer o software rodar em um hardware diferente.

Como Funcionam Os Emuladores?

Os emuladores trabalham duro para colocar um programa “estrangeiro” em execução. Resumindo, um emulador é um software que “age” como um hardware.

Na maioria dos casos, isso significa simular todos os recursos de um componente de hardware como um componente de software. Além disso, os componentes de hardware que são emulados como software devem funcionar sem bugs, ou o emulador não funcionará adequadamente.

A dificuldade em transformar peças avançadas e exclusivas de hardware em software funcional é o motivo pelo qual os emuladores para consoles de jogos modernos demoram muito para desenvolver.

É preciso muito trabalho e esforço para fazer o processo de emulação funcionar, porque o hardware moderno, como um PlayStation 4 ou um Xbox One, é extremamente complexo.

Voltando ao exemplo do PlayStation, um emulador deve imitar um chip de som especial, placa de vídeo, unidade de processamento central e assim por diante, sem nem mesmo considerar a emulação de componentes periféricos como drivers de CD.

Emular Cada Console

Os consoles mais recentes são muito difíceis de emular. Embora o PlayStation 3 tenha chegado ao mercado em 2006, ainda é difícil emular uma grande porção de jogos para o console. A situação de emulação para o Xbox 360 é ainda mais crítica.

Ainda assim, existem emuladores para muitos consoles de videogame mais antigos, incluindo os melhores consoles dos anos 90, como os emuladores de Super Nintendo e emuladores de Mega Drive. Há uma vantagem em rodar os antigos emuladores de videogame em um hardware atual.

Os jogos antigos recebem um ganho de desempenho no hardware moderno. Dependendo do emulador, você pode usar gráficos HD ou até mesmo 4K, aproveitando o poder de computação extra para jogar em níveis muito mais altos do que sua resolução nativa.

Você pode até mesmo executar emuladores de videogame em seu dispositivo Android, conseguindo então rodar um jogo retrô. Como o Jhon Nes, um dos melhores emuladores de Super Nintendo para Android.

Mostrar mais

Rafael Gouveia

Meu nome é Rafael Gouveia, tenho 36 anos e sou amante de videogames. Apesar de considerar o SNES o melhor console já lançado, sou apaixonado pela franquia Resident Evil, Tomb Raider e Silent Hill do PS1. Porém bastante eclético quando se trata de jogos e simuladores em geral, então resolvi criar o RG Games para trazer o melhor conteúdo para quem ama o mundo dos games.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Por favor, desative seu AdBlock!

O blog RG Games há tempos traz os melhores artigos, guias e notícias do mundo dos games, porém não conseguimos fazer isso sem os (bem pequenos) rendimentos provenientes de publicidade.  
Os anúncios exibidos no RG Games são a única fonte de renda que temos para manter o blog no ar. Temos despesas gerais, como servidores, atualizações, programação entre outros.  
Então, pedimos gentilmente que desabilite seu Adblock e acesse novamente!